Até agora, os vazamentos apenas reforçam o que todos já sabíamos; entenda

11 Junho, 2019 11:310 comentários

Foto: Jorge Araújo/Folha Press (Google)

Me debrucei sobre as mensagens trocadas entre Sergio Moro e Deltan Dallagnol, hackeadascriminosamente e publicadas legitimamente, até então divulgadas na imprensa.

Pois bem. Absolutamente nada há de ilegal ou sequer imoral. Absolutamente nada pode ser alegado em favor de qualquer criminoso apanhado pela Lava Jato, sobretudo o criminoso maior.

Nem mesmo uma interferência indevida eu enxergo ali. Qualquer operador do direito sabe que este tipo de contato é perfeitamente comum e normal.

O escândalo só existe na mente e nas penas de aluguel, interessadas no fim do combate à corrupção e na impunidade reinante no país até o advento Lava Jato.

Não por acaso, vozes do submundo do crime já pedem o afastamento de Sergio Moro, com a conivência e cumplicidade dos de sempre — OAB incluída.

Não por acaso, a oposição fala em obstruir as votações no Congresso, e a Reforma da Previdência vai para a geladeira outra vez, juntamente com o plano de combate ao crime organizado.

Dois trechos, em especial, me chamaram a atenção. Reproduzo-os abaixo:

“Fiz uma manifestação oficial. Parabéns a todos nós. Ainda desconfio muito de nossa capacidade institucional de limpar o Congresso. O melhor seria o Congresso se autolimpar, mas isso não está no horizonte. E não sei se o STF tem força suficiente para processar e condenar tantos e tão poderosos.”(Sergio Moro)

“Parabéns pelo imenso apoio público hoje. Seus sinais conduzirão multidões, inclusive para reformas de que o Brasil precisa, nos sistemas político e de justiça criminal.” (Deltan Dallagnol)

Eis aí. Algum sinal de armação? Algum sinal de corrupção ou ilegalidade? Nada! Mas, sim, dois agentes públicos, em conversa privada, trabalhando em prol do país, dando o melhor de si mesmos no combate ao câncer da corrupção.

Quem nos dera os celulares de todos os nossos servidores públicos contivessem apenas este tipo de diálogo, principalmente os políticos petistas e os senhores Ministros do Supremo.

Seríamos a Noruega da América do Sul!

Ricardo Kertzman (blog Opinião Sem Medo)

Deixe um comentário nesta matéria

You must be logged in to post a comment.