Batalhense que matou morador de rua em Teresina vai a júri popular

2 Junho, 2018 11:070 comentários 6 views

Juíza Maria Zilnar Coutinho – Foto: Lucas Dias

Francisco Santos Silva, natural do município de Batalha, acusado pelo homicídio do morador de rua Gilvan Palhano Santos, será levado a Júri Popular, de acordo com decisão da juíza Maria Zilnar Coutinho Leal, da 2ª Vara do Tribunal Popular do Júri da Comarca de Teresina. O crime aconteceu há 11 anos. A sentença de pronúncia foi publicada no Diário da Justiça no dia 26 do mês passado.

Consta nos autos que no dia 06 de outubro de 2007, por volta das 23:00 (vinte e três) horas, no Bar Noturno, localizado no cruzamento das avenidas João XXIII e Nossa Senhora de Fátima, em Teresina, o denunciado desferiu diversos golpes de faca contra a vítima Gilvan Palhano Santos, o que resultou em seu falecimento.



O denunciado era vendedor de espetinho, encontrando-se trabalhando no momento do crime, e a vítima morador de rua, sendo que estavam do lado de fora do referido bar.

Ocorre que, em dado momento, o denunciado, sem motivo aparente ou conhecido, perpetrou o ataque em questão, munido de uma faca, desferindo quatro golpes na vítima, a qual foi socorrida pelo dono do bar, mas não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo no hospital.

Conforme divulgação do Tribunal de Justiça do Piauí, o acusado está foragido e será julgado à revelia, ou seja, sem a presença do réu. O julgamento ainda não tem data marcada.

 

Deixe um comentário nesta matéria

You must be logged in to post a comment.