• Padre Leonardo Sales

Obrigado?

28 Dezembro, 2015 8:242 comments

10620541_856486304363445_8841981754805755288_n“Ninguém agradece ao padre por ele rezar a missa, ele não faz, mais que a obrigação dele. Deixemos para agradecer ao padre quando ele rezar excepcionalmente bem a missa!”, não sei onde ouvi isto certa vez, o certo é que essa verdade se aplica a nossa situação em Batalha.

Diante dos que se derramam em gratidão pelos feitos da Administração de Batalha, recordo que se, trata antes de uma obrigação de uma decente administração cuidar da vida pública e do bem comum, reconheço o empenho em algumas causas, porém, não me furto à crítica e  me pergunto: Por que só agora se concretiza o que estava em causa há tanto tempo e foi motivo de reivindicações e gritos de setores inconformados com a situação da vida cultural de nossa cidade?

Obrigado, também quero dizer pelo investimento feito pela administração municipal na revitalização da Banda de Música Municipal Manoel Fabiano, tanto me expus para tal acontecer! Mas, também quero continuar a gritar pela concretização de tantas causas coletivas de nossa terra que estão tão adormecidas e que não me canso de pedir mudanças e atenção do poder público municipal.

Quero muito agradecer a qualquer administração, que seja decente em nossa terra, que se ocupe, por exemplo, das obras do cemitério São Gonçalo, que há anos agoniza e o máximo que se fez até hoje se resume a uma mão de cal nos muros e carpina do matagal à altura do dia de Finados e nada mais!

Ah! Como eu gostaria de agradecer à gestora municipal a quitação total das dívidas do município com os servidores da Educação, que agonizam e mendigam os próprios direitos; situação, aliás, favorecida pela maioria que, se comporta com um conformismo que beira a conivência, ah! se esta classe se desse conta do poder enorme que tem em suas mãos; e que muitos tivessem a honra de não se venderem por um pedaço de bolo numa manhã de 15 de dezembro, em praça pública!

Como eu gostaria de agradecer aos nossos vereadores os projetos de relevância apresentados e executados para a vida concreta dos cidadãos batalhenses, porém, com raras exceções, sabemos que ser vereador no Brasil é prêmio da loteria eleitoral. O eleito comparece uma ou duas vezes por semana à Câmara Municipal e, graças ao cargo, dedica o resto do tempo ao que lhe dá na telha. Uns poucos se interessam de fato pela cidade; outros cuidam de seus negócios pessoais; e há ainda os que preferem a ociosidade bem remunerada!

No Ano da Misericórdia fico à espera de religiosos que cutuquem as feridas da cidadania, com um profetismo inconformado com a realidade, e não silencie a voz em troca de uma política de boa convivência, que seria compactuar com a injustiça e dar as costas para o Evangelho de Jesus, se ocupando só de devocionismos sem praticar a ética do amor que questiona os poderes fundados em benefícios próprios!

Omissos, da janela de nossa indiferença, vemos a nossa cidade ir para lugar nenhum, sob os aplausos dos poucos que se beneficiam. E com o dedo em riste, apontamos: São eles os responsáveis! Quando fomos nós com a nossa mediocridade que contribuímos, com a nossa migalha de omissão, para a construção de tal situação.

Onde estão os que recheavam suas páginas no facebook de críticas à atual gestão, por quanto venderam o seu silêncio? Porque paira um silêncio que desconfio de compra e venda. Porém, não é surpresa numa terra de gente que pisca na direita e na esquerda, que tiram fotos com sorriso “Colgate” com a gente, porém, pelas costas são falsos e incapazes de tomar partido, querem agradar a Deus e o diabo, com desculpa de imparcialidade, em suas posturas triunfa a falsidade e a mediocridade.

Rogo por um Ano-Novo, em que cresça a consciência dos que amam Batalha, como eu, que ela é mais do que um amontoado de casas, um emaranhado de ruas e avenidas. Ela é, sobretudo, a reunião de pessoas que têm os mesmos direitos e participam, ao seu modo e em graus diferentes, da administração dos seus interesses comuns.

Nos últimos dias do ano, quero pedir a Deus ajuda para discernirmos e superarmos toda cegueira e tomarmos as melhores decisões em apoio à nossa terra, pelo crescimento e respeito ao povo! Mas nosso povo é forte, como um vaqueiro que enfrenta a seca. Como disse o poeta José Nicodemos da Rocha: “Ó filha do Sertão deste Brasil plantada nos rincões do Piauí. És bela, forte, impávida és viril orgulho dos que nascem por aqui”.

Desejo um ano tão novo que traga a impressão de que tudo renasce: o dia, a exuberância de nossas teimosias, a esperança e nossa capacidade de amar. Exceto, o que ,no passado nos fez menos belos e bons. Adeus ano velho e feliz Ano Novo a todos, que Deus nos abençoe durante os 365 dias do ano que daqui a alguns dias estaremos começando!

Que Deus nos inspire em 2016. E viva o Ano Novo! Felicidades a todos do fundo de minh’ alma e coração!

Pe. Leonardo de Sales.

2 Comments

  • Tânia Márcia

    Pe.Leonardo, todo cidadão que ama sua terra gostaria de render-lhe tributos,elevar seu nome ao cume,tornando-a um lugar melhor para se viver e assim ir preservando e construindo sua história.Mas ,infelizmente,quando os problemas são mais iminentes que as melhorias, faz-se necessário instrumentos como este(crônica) para gerar em nós reflexões,questionamentos,numa busca incessante a respostas a tantos e tantos por quês que pairam no ar! Que em 2016 possamos olhar inicialmente para dentro de nós,reconhecendo as trevas que precisamos eliminar,objetivando transformá-las em luzes a iluminar um ano melhor para todos,onde as esperanças,desejos,sonhos não se evidenciem só no imaginário,mas que, possam tornar-se reais a partir de cada um de nós. Que São Gonçalo dê-nos força e coragem e continue a rogar por todos! Feliz Ano Novo! abraços

  • Leandro Pereira

    CARÍSSIMOS, MORO EM OURILÂNDIA DO NORTE-PA E TENHO A TRISTE NOTÍCIA PARA A FAMÍLIA DO Sr ALBERTO SILVA (FILHO DE TOMAZ JOSÉ DA SILVA E LÍDIA FERREIRA DA SILVA), VINDO COMUNICAR O FALECIMENTO DO MESMO POR MOTIVOS DE DOENÇA. PRECISO MUITO QUE ALGUÉM DA FAMÍLIA ENTRE EM CONTATO COMIGO PELO CELULAR: (94)99173-7124. OBRIGADO PELA ATENÇÃO.ELE É NATURAL DE BATALHA – PI.

Deixe um comentário nesta matéria