• Carlos Magno

Eleições do STTR é a bola da vez na corrida pelo poder

20 Fevereiro, 2017 4:550 comentários

Passada as eleições municipais, alguns grupos políticos se reorganizam, outros se separam e tomam caminhos diferentes. No entanto, todos visam a mesma coisa: Fortalecimento para alcançar o poder. Quando mais unidos forem os grupos que se coligam, maiores as chances de sucesso.

Alguns analistas políticos discordam e dão como exemplo a derrota de Teresinha Lages (PSB), que reuniu um grupão e fracassou em ser reeleita prefeita. Também afirmam que sem apoio de Lages ou Melo, não há possibilidades ainda de uma outra via almejar a cadeira do executivo.

Falando em uma nova roupagem política, está parecendo que o ex-prefeito Antonio Lages perdeu apoio das principais lideranças que tinha nas eleições passada, no caso, PSD, PT, PSDB, PP, PROS, e isso ficou mais transparente durante reunião que aconteceu sábado (18) na Câmara Municipal para a apresentação do projeto esportivo Copão Rural, comandado pelo exemplar presidente da Liga Batalhense de Futebol, Ordenio Rodrigues, onde aconteceram discursos e críticas por parte de um dos membros desse grupo a seu suposto e antigo grupo, no qual fez parte. Com esse suposto rompimento com Antonio Lages, o grupo do PT provavelmente buscará apoio para as eleições do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR) nesse novo grupo que surge, intitulado por alguns de 4 via, pois o foco petista agora é se articular para se manter no poder do Sindicato Rural.

Foto: Lauro Sousa

Nesse tempo que falta até as eleições, provavelmente o ex-prefeito Lages tenha escolhido seu candidato para disputar o pleito contra os petistas. E, se o atual gestor tiver interesses nessa disputa, poderemos ter três candidatos apoiados por três alas fortes da política batalhense.

Deixe um comentário nesta matéria