Polícia de Batalha prende suspeito de praticar homicídios em Teresina

21 Fevereiro, 2017 20:450 comentários

Um trabalho conjunto entre as polícias Civil e Militar de Batalha resultou na prisão de Jamerson Geraldo Zacarias de Sousa, de 21 anos de idade, investigado por crimes de homicídio praticados em Teresina.

Segundo o delegado Dennis Sampaio, Jamerson Geraldo foi conduzido para a delegacia de Batalha na manhã de terça-feira por ter comprado material de construção subtraído de residências em construção pelo Governo Federal.

Jamerson, está recolhido na cadeia publica de Batalha

O fato de estar morando em Batalha há pouco tempo levantou suspeitas e foi feita uma consulta nos processos a que ele responde. “Nessa consulta encontramos um mandado de prisão decretado pelo juiz Luis de Moura”, declarou o delegado.

A prisão ocorreu no início da noite de terça-feira (21/02) na Cachoeira do Urubu. Os policiais sabiam que Jamerson Geraldo estava naquele local e montaram uma campana para realizar a prisão.

Já o advogado Nonato Castro, diretor da ADH, conta outra versão sobre a prisão de Jamerson. Em rede social o advogado afirmou que foi ele quem investigou o caso.

“Desde do dia 15 de fevereiro que eu estou investigando o furto de material de construção das 10 casas do projeto do governo federal. Dia 16 entreguei ao Delegado os nomes de todos os envolvidos e o endereço do Jamerson, mas infelizmente, quando cheguei hoje (21), quase nada tinha sido feito pela polícia. Fui a casa de Jamerson hoje, falei com ele, descobri que as telhas estavam na casa dele, retornei a Delegacia, pedi ao Delegado que mandasse dois policiais comigo, fomos então a casa de Jamerson, retiramos as telhas furtadas e levamos o Jamerson ao Delegado para indiciamento. Foi dada busca nos antecedentes dele e descobriram que existia o mandado de prisão”, relatou o advogado.

Na foto, advogado Nonato Castro aparece ao lado dos policiais

Deixe um comentário nesta matéria