Polícia cumpre mandado e prende suspeito de matar idosa em Batalha

28 Abril, 2017 23:372 comments

Uma operação integrada da Polícia Civil e Polícia Militar na tarde desta sexta-feira (28) deu cumprimento ao mandato de prisão do acusado de matar a idosa Teodora Rodrigues, 60 anos, moradora da cidade de Batalha (PI).  A Polícia Militar recebeu informações de que o homem estava no bairro Coheb 1, as viaturas foram acionadas e o localizaram quando ele andava por uma avenida. A prisão ocorreu por volta das 19h00.

A vítima foi encontrada no dia 25, com sinais de estupro, dentro da casa onde morava no bairro Formigueiro. Segundo o delegado Dennis Sampaio, a vítima foi morta a golpes de faca e estava sem roupa quando a polícia chegou ao local. “Havia muito sangue no local onde o corpo foi encontrado”, disse.

A notícia de aparições do acusado rondando as residências se multiplicaram pela internet e, claro, deixou os moradores muito preocupados.

“Tivemos a informação que ele estava passando por uma avenida nesse bairro e fomos até lá. Ele tentou fugir, mas tinha muitos policiais e conseguimos pegá-lo(sic). Foi tudo muito rápido e ele não disse nada (sobre o crime). A gente queria tirar logo ele da cidade com medo da revolta da população. Levamos o suspeito para a delegacia de Esperantina”, afirmou militar Queiroz.

Uma outra versão diz que o suspeito chegou num comércio do bairro Coheb 2, e foi aconselhado por um popular a se entregar. Ele aceitou o conselho e pediu para essa pessoa levá-lo de motocicleta até a delegacia, mas na metade do caminho cruzaram com a viatura, Marcelo desceu da moto e deitou-se no chão para que os militares lhe algemassem.

O detalhe é que ele estava em regime condicional pela prática dos crimes de roubo – processo 387-63.2013, e lesão corporal com violência doméstica – processo 330-11.2014. Inclusive a família temia pela segurança se ele fosse solto, chegando inclusive a pedir a manutenção de sua prisão, mas as autoridades não levaram isso em consideração.

Moradores de Batalha ao saberem da condução do suspeito para delegacia, deslocaram-se até a frente da instituição policial e ameaçavam fazer justiça com as próprias mãos. Diante disto, policiais levaram o acusado para a vizinha cidade de Esperantina, uma vez que é dever do Estado, resguardar a integridade física do suspeito. Depois ele foi conduzido ao hospital daquela cidade, onde passou por exame de corpo de delito.

De acordo com Queiroz, o suspeito passou três dias fugindo e se escondendo na mata. “Ele pedia uma coisa, uma comida em uma casa, depois entreva no mato. À noite, procurava uma casa abandonada para dormir. Ele tem várias passagens pela polícia, é usuário de drogas e já era conhecido da região”, finalizou.

2 Comments

  • Cláudio Meneses

    Menos mau, terem detido esse delinquente, pois a população de Batalha estava apavorada, era o comentário na cidade que se encontrassem – o solto, seria feito justiça com as próprias mãos.

  • Francisco Silva

    O meliante entregou-se, caso contrário ainda hoje estava passeando pelas ruas e matagal da cidade.

Deixe um comentário nesta matéria