Creche abandonada, orçada em R$ 1,4 milhão, vira ponto de droga em Batalha

18 Maio, 2017 18:023 comments

A Creche Pro-Infância que já deveria estar em funcionamento elevando as receitas do FUNDEB e consequentemente melhorando os salários dos profissionais da educação de Batalha (PI), bem como atendendo uma demanda da sociedade que necessita deste atendimento,  encontra-se abandonada servindo apenas como abrigo para usuários de drogas.

Iniciada em 2012, a obra teve valor orçado de R$1.429.690,05 de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal e do próprio município.

As fotos e vídeo enviados a redação do Folha de Batalha mostram o estado lastimável dessa obra. A placa contendo informações de custo, início e término da obra não foi encontrada no local. Além disso, foram encontradas planilhas de cálculo de engenharia jogadas pelo chão.

As creches do Pro-infância possuem projeto tipo B, que dispõe de oito salas de aula, sala de informática, cozinha, refeitório, pátio coberto, secretaria, sanitário para pessoas com necessidades especiais, entre outros ambientes, e tem capacidade para atender cerca 240 crianças, em dois turnos.

Este descaso com o patrimônio da coletividade e o mau uso do dinheiro público, chega agora ao conhecimento do Ministério Público Estadual, depois que o vereador Nerioston Moraes (PSC), José Luis, Presidente do Conselho do FUNDEB e Nonato Firme, Secretário Geral da FESPPI, apresentaram na manhã desta quinta-feira (18) denúncia ao promotor de Justiça Antonio Charles Ribeiro de Almeida.

Na sequência, o promotor Charles vistoriou in loco a obra e garantiu que vai enviar a representação da notícia de fato ao representante do Ministério Público Federal, em Teresina, para que seja apurada suspeita de irregularidade na citada obra.

“Inicialmente vamos encaminhar ofício à prefeitura pedindo todas as informações necessárias sobre o convênio, licitações e empresas contratadas. Em seguida encaminharemos ao MPF para averiguação de improbidade”, diz o promotor.

Para Charles, a conclusão da obra vai garantir o cuidado e a educação das crianças de 0 até 6 anos de idade. “Com a conclusão dessa creche vamos poder dar educação de qualidade ao pré-escolar e aumentar a quantidade de alunos matriculados pra efeito de recursos”.

Parte do que foi construído está se deteriorando ao sol e a chuva sem que haja qualquer expectativa sobre a sua continuidade. “É uma estrutura monumental que se a população de Batalha não lutar vai desmoronar por falta de acabamento”, conclui Charles.

Ao final da vistoria, o professor Nonato Firme (que gravou o vídeo acima), externou também sua preocupação com o estado de abandono em que se encontra a obra e, ao mesmo tempo, ressaltou a necessidade e o compromisso de buscar uma solução para o problema. “É preciso dar uma solução para esta obra antes que fique inutilizada”.

3 Comments

  • Esse é o retrato do Brasil.

  • parabéns folha de batalha por essa matéria, mais uma pergunta que não quer calar, isto foi mais um descaso do governo do guerreiro? Tem que ser investigado quem levou essa grana para seu bolso, já que a obra não foi concluída.

  • Com certeza nenhuma criatura deste nosso Brasil trocaria seu emprego seu trabalho por cargo politíco para trabalhar e ganhar apenas o salario relativo ao cargo que exerce. O verdadeiro ATRATIVO DOS POLÍCOS é: as estratégias(surrupio das verbas públicas) EX. acima..

Deixe um comentário nesta matéria