Capotamento de caminhão do Exército em Barras repercute no UOL

9 Julho, 2017 17:500 comentários

Uma pessoa morreu e 29 ficaram feridas em um capotamento de um caminhão do Exército Brasileiro na PI-113, no povoado de Cantinho (PI), entre os municípios de Barras e Cabeceiras, região norte do Estado, na tarde deste domingo (9). Pelo menos cinco pessoas estão em estado grave.

O caminhão transportava 30 soldados do 2º Batalhão de Engenharia de Construção, que trabalhavam na construção de uma ponte entre as cidades de Batalha e Esperantina.

Ainda não se sabe o que causou o acidente. Em uma das imagens feitas, é possível ver que uma das rodas do caminhão do Exército se desprendeu e ficou na estrada.

Uma equipe do IML (Instituto Médico Legal) de Teresina foi enviada para o local. A Polícia Militar está monitorando a área do acidente. O local do acidente é de difícil acesso e não há acostamento na estrada.

Antes da chegada das ambulâncias, os feridos foram retirados das ferragens do caminhão e colocados na pista por pessoas que presenciaram o acidente.

Uma das rodas do caminhão ficou na estrada – Foto: Barras Virtual

O resgate dos acidentados está sendo feito por três ambulâncias do Corpo de Bombeiros, duas do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e ambulâncias disponibilizadas pelas prefeituras de Barras e Esperantina.

O governo do Estado do Piauí informou que os feridos leves estão sendo socorridos para o Hospital Estadual Leônidas Melo, em Barras, Hospital Regional de Campo Maior, Hospital Regional Júlio Hartman, em Esperantina, Hospital Estadual Gerson Castelo Branco, em Luzilândia, e Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, em Parnaíba.

Já os feridos graves estão sendo socorridos para o Hospital de Urgência de Teresina, Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, em Parnaíba, e Hospital Regional Chagas Rodrigues, em Piripiri, onde existem leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) disponíveis.

O prefeito de Barras, Carlos Monte (PTB), acompanha o resgate das vítimas e informou que cinco soldados do Exército estão em estado grave, sendo um deles em coma, e foram transferidos para o HUT.

Deixe um comentário nesta matéria