“Bacuri” é condenado a 5 anos de prisão por tráfico de droga

11 Setembro, 2017 15:250 comentários 4 views

A juíza de direito da Vara Única da Comarca de Batalha, Lidiane Suely Marques Batista, condenou o jovem Luiz Ramos Monteiro Filho, vulgo “Bacuri”, por tráfico de droga. A sentença é de 30 de agosto de 2017.

“Bacuri” foi condenado a 5 anos de reclusão, inicialmente, em regime fechado.

Segundo a denúncia, no dia 25 de novembro de 2016, por volta das 11h30, os policiais militares Domingos Lustosa de Queiroz e Francisco de Assis Sampaio faziam diligências de rotina no bairro Coheb quando avistaram “Bacuri” em uma moto, e embora tenham feito sinal para ele parar, o mesmo tentou empreender fuga, quando perdeu o controle de direção da moto e caiu, mas em seguida se levantou, jogou fora um pacote e fugiu correndo, deixando para trás o veículo.

Os policiais voltaram ao local em que “Bacuri” se desfez de algo e viram que se tratava de 28,3g de cannabis sativa linneu, vulgarmente conhecida por maconha, substância capaz de causar dependência física e/ou psíquica. Com o apoio da força tática, os PMs se dirigiram a residência do fujão, onde o prenderam.

“Bacuri” foi condenado a 5 anos de reclusão, no regime inicial fechado, e ao pagamento de 5oo (quinhentos) dias-multa, fixado o valor unitário de 1/30 (um trinta avos) do salário mínimo vigente à época dos fatos, como incurso no art. 33 da Lei nº 11.343/2006.

A juíza não concedeu ao condenado o direito de recorrer em liberdade e o mesmo permanece recolhido à Penitenciária Regional Luis Gonzaga Rebelo, em Esperantina.

Em Batalha, muitas famílias estão sendo destruídas por causa do acesso fácil e do consumo de substâncias entorpecentes, sobretudo por crianças e adolescentes.

Deixe um comentário nesta matéria