MP denuncia jovem por suposta participação em assalto no Pé da Ladeira

14 Setembro, 2017 23:131 comentário 2 views

A jovem Keysiane Gomes dos Santos, conhecida como Loura, 22 anos de idade, está sendo acusada pelo Ministério Público de ser a mentora intelectual do assalto à casa do Sr. Francisco de Sousa Fontenele, ocorrido no dia 31 de agosto de 2017, por volta das 23h20min, na Localidade Pé da Ladeira, zona rural de Batalha. A denúncia foi apresentada pelo promotor de justiça Antonio Charles Ribeiro de Almeida, no dia 12 de setembro.

Keysiane Gomes dos Santos (Loura) – Foto: Facebook Keysiane Gomes

De acordo com o inquérito da Polícia Civil,  Keysiane Gomes juntamente com o menor J.V.S.S., vizinhos da vítima, e conhecedores de que este trabalhava com valores com os quais pagava trabalhadores que fazem extração do pó da palha da carnaúba, planejaram toda a ação delituosa. Para tanto, dirigiram-se para a cidade de Esperantina, onde cooptaram os acusados David Sabino Carneiro, 34 anos, Francisco Rodrigues dos Santos, 22 anos, e João Paulo Sabino Carneiro, 26 anos, aos quais juntaram o menor I.P.S.R.S. Estes, então, pegaram três motocicletas, as quais ficaram estacionadas próximas à residência da vítima. No local estavam os acusados Davi Sabino Carneiro, João Paulo Sabino Carneiro e Francisco Rodrigues dos Santos, além dos menores Ivan e João. Estes sabiam que a filha da vítima desceria do ônibus vindo de Piripiri por volta das 23h, como de fato ocorreu. Na ocasião, renderam a primeira vítima, adentrando a residência familiar, onde anunciaram o assalto e exigiram a quantia de R$ 30.000,00 (trinta mil reais). Os acusados estavam com capuzes sobre a cabeça, enquanto o menor usava um capacete com o intuito de cobri-lhes o rosto. Dentro da residência da vítima, no entanto, como não encontraram a quantia que desejavam, mesmo assim eles conseguiram levar R$ 1.500,00 em cédulas e R$ 400,00 em moedas; 01 veículo automotor, tipo motocicleta, marca Honda, modelo NXR 150 Bros; uma máquina fotográfica; um roteador internet; dois aparelhos celulares tipo “lanterninha”; um aparelho celular grande; um aparelho celular usado na antena parabólica; e mais cinco pares de chinelos – bens estes parcialmente apreendidos.

Segundo a polícia, a ação criminosa ocorreu mediante grave ameaça contra a vítima e sua família, que foi mantida em cárcere privado.

Após saírem da casa da vítima, empreenderam fuga, e um pouco mais à frente foram detidos pela Força Tática de Esperantina, que havia sido informada do delito. Foram presos em flagrante os acusados David Sabino Carneiro e Francisco Rodrigues dos Santos, e pouco depois, apreendido o menor Ivan, que repassou informações valiosas sobre toda a prática delituosa. Ao final, a autoridade policial relatou que os vizinhos da vítima, sabedores da rotina do local, e que ele sempre guardava dinheiro na noite de quinta para efetuar pagamento de seus trabalhadores na sexta-feira, planejaram toda ação, cooptando os demais comparsas.

Keysiane Gomes (Loura), David Sabino, Francisco Rodrigues e João Paulo também são acusados de corromper os menores de iniciais J.V.S.S. e I.P.S.S.R.S., ambos de 16 anos de idade, fazendo com que os menores praticassem atos infracionais equiparados a roubo qualificado, ajudando-os a apoderar-se dos bens acima mencionados.

Os quatro foram autuados no artigo 157, § 2º, I (emprego de arma) e II (concurso de duas ou mais pessoas), combinado com artigo 29, todos do Código Penal e artigo 244-B do Estatuto da Criança e do Adolescente.

LEIA MAIS

PM prende dois adultos e apreende um menor acusados de assalto à residência no Pé da Ladeira

1 comentários

  • Cláudio Meneses

    Cadeia para todos estes delinquentes, principalmente a Loura que se beneficiou de sua formusura para não levantar suspeitas, pena maior. Dr. Charles, parabéns pela sua atuação no município de Batalha, sabia que o senhor era competente mas não tinha ainda conhecimento de suas atitudes, parabéns ! Sou seu conterrâneo e torço muito pelo seu sucesso.

Deixe um comentário nesta matéria