Em Batalha, homem é condenado por agredir ex-companheira com um soco

24 Setembro, 2014 17:190 comentários 14 views

condenadoembatalhaA Juíza da Vara de Execuções Criminais da Comarca de Batalha, Lidiane Suely Marques Batista, condenou Milton da Silva a dois anos e um mês de prisão por agredir sua ex-companheira, com soco no rosto. A pena deverá ser cumprida inicialmente em regime aberto.

De acordo com a denúncia, no dia 28 de novembro de 2012, por volta das 19 horas, o acusado invadiu a residência da vizinha da vítima Francisca de Lourdes Alves, onde esta estava, e espancou a mesma, causando-lhe as lesões constantes no auto de exame de corpo de delito junto aos autos, bem como xingando-a de “vagabunda” e  dizendo que ia matá-la.

Durante o interrogatório prestado na delegacia, o réu confessou que efetivamente desferiu um soco contra a vítima.

Milton da Silva e Francisca de Lourdes, réu e vítima, conviveram por 07 anos e tiveram 01 filho e que moravam em São Paulo, sendo que à época dos fatos fazia sete meses que a vítima tinha retornado para a cidade de Batalha a fim de fugir dos maus tratos do marido, esclarecendo que não foi a primeira vez que ele a agrediu.

Conforme consta dos autos, tanto a vizinha como o filho do casal tentou intervir, contudo, a primeira foi ameaçada de ter a “cara” quebrada, e o segundo foi agredido – jogado ao chão e arrastado pelo pai. Contudo outro vizinho conseguiu chamar a polícia.

Cabe recurso da sentença.

Deixe um comentário nesta matéria