Servidor estadual que não atualizar cadastro até segunda-feira(06), pode ficar sem salário de dezembro

4 Novembro, 2017 20:070 comentários 5 views



Mais de 13 mil servidores estaduais só têm até a meia-noite da próxima segunda-feira(06) para fazerem a Atualização Cadastral Bienal obrigatório. Segundo a Secretaria de Administração e Previdência (SeadPrev) são 13.414 funcionários que podem ter o contracheque suspenso e ficarem sem o salário do mês de dezembro.

A partir do dia 07, o sistema será fechado e os servidores que não atualizaram os dados ou apresentarem pendências terão a remuneração bloqueada até a regularização exigida junto à secretaria. Após três meses de bloqueio será aberto Processo Administrativo.

De acordo com o secretário Franzé Silva, o governo do Estado fez uma campanha publicitária informando os prazos de acordo com a data de nascimento do servidor e abriu um período extra para que os remanescentes tivessem uma nova oportunidade de prestar as informações.

“Desde junho, iniciamos o processo de atualização totalmente on-line destacando a importância de mantermos o banco de dados atualizado”. Ele lembra que o servidor teve mais de quatro meses para atualizar os dados.

Franzé Silva – Foto: Marcelo Cardoso/GP1

Até o fim do prazo, a atualização dos dados é realizada online pelo www.atualizacao2017.pi.gov.br ou através do aplicativo “Piauí na Palma da Mão” (disponível apenas para Android). O servidor só precisará modificar os dados fornecidos no recadastramento que mudaram como conclusão de cursos, nascimento de filhos ou mudança de endereço, por exemplo.

Através do Recadastramento do Servidor, realizado em 2015, foi possível organizar a base de dados dos 96 mil servidores estaduais. Com a atualização, será possível não apenas acompanhar eventuais mudanças ocorridas na vida pessoal e funcional de quem trabalha para o Estado, mas aprimorar os dados cadastrais. “As informações nos permitem fazer a gestão de pessoas no estado”.



Com o recadastramento, o governo do Estado excluiu da folha de pagamento cerca de 7mil pessoas, economizando R$ 21 milhões por ano. O cruzamento das folhas de pagamento detectou servidores irregulares e a depuração desse trabalho segue em andamento desde então. “Hoje só recebe o salário quem trabalha. O ponto eletrônico é interligado diretamente à folha de pagamento”, disse o secretário.

Entre as medidas previstas pelo Governo do Estado com os dados fornecidos com a Atualização Cadastral está a melhoria nas ações de capacitação e saúde dos servidores. Um programa batizado de “Centro Integrado de Atenção ao Servidor Público do Estado do Piauí (Ciaspi)” foi criado para atender algumas dessas demandas.



 

Deixe um comentário nesta matéria