Vereadora acusa Carlos Magno de usar dinheiro público para ir a reunião partidária

10 Novembro, 2017 14:001 comentário 5 views

O prefeito de Lagoa Alegre, Carlos Magno (PMDB), está sendo acusado pela vereadora Lucinete Oliveira, do PSD, de receber diária para tratar de assunto puramente partidário. Segundo a parlamentar, o prefeito recebeu R$ 600,00 para pagamento de despesa com diárias referente viagem a Teresina (08/08/2017) para tratar de assuntos de interesse do município, junto ao Diretório Nacional do PMDB. Acontece que o diretório Nacional do PMDB fica em Brasília. O empenho (cópia logo abaixo) foi feito em 8 de agosto de 2017, usando a rubrica para atividades executivas.

Vereadora Lucinete e Prefeito Carlos Magno

“Das mais de 15 diárias que o Prefeito de Lagoa Alegre está tirando por mês, tem diária para tratar de Assunto no Diretório Nacional do PMDB em Teresina… Ocorre que em Teresina fica o Diretório Regional do PMDB… E mais o Município pagar Diária para o Prefeito andar tratando de assunto Políticos… Cadê o pagamento dos servidores, prefeito? Até Agora nada. Ê imoralidade…”, denuncia a vereadora.



Para a parlamentar o ato configura flagrante de improbidade. O prefeito só pode receber diárias vinculadas à atividade institucional da prefeitura e não atividades político-partidárias. Ou seja, usar recurso público para a ida a um ato político partidário e não institucional fere os princípios da moralidade, impessoalidade e da supremacia do interesse público sobre o particular.

O prefeito Carlos Magno foi procurado pela reportagem para comentar o assunto, mas não foi encontrado.



1 comentários

  • Odival machado

    O legislativo Batalhense necessita de um parlamentar desta igualha, pra desvendar os mistérios que cercam o não pagamento de pessoas que trabalharam na organização da festa do bode, e nas inúmeras e inexplicáveis autuações do veiculo oficial da câmara municipal.

Deixe um comentário nesta matéria