Esperantina fica abandonada após cassação de prefeito e exonerações

18 Julho, 2014 17:230 comentários 22 views

O prefeito de Esperantina, Lourival Bezerra, cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral – TRE, na última terça (15/07), exonerou todos os secretários da prefeitura. A informação foi publicada no diário oficial dos municípios da última quinta-feira (17/07).

Até a sua esposa que era da Secretária de Assistência Social, Luana Machado, teve que sair do cargo. Como é comum, prefeitos cassados exoneram toda a sua equipe para que o novo prefeito, que vai assumir, coloque uma nova equipe. No entanto, isso demanda tempo e gera problemas para a população, que fica a espera da definição de novos gestores.

“Agora a cidade está abandonada”, é o que afirmam moradores da cidade. Eles relatam que o prefeito viajou para o Rio Grande do Sul e sem secretários os serviços essenciais, como de limpeza das ruas, parou. Não há ninguém que se possa recorrer quando se fala em administração pública. O que se torna extremamente prejudicial à população, que ainda permanece sem um novo gestor.

A informação que se tem é que todos os secretários que já foram pagos, foram exonerados. Como é o caso da secretária de administração do município, Euziane Bezerra, irmã do prefeito. A decisão do TRE de cassar o prefeito, Lourival, ainda não foi publicada no Diário Oficial, assim ele continua sendo o prefeito, até que saia a publicação e um novo prefeito seja nomeado.

De acordo com o advogado, Emanuel Fonseca, é de costume dos prefeitos que são cassados, antes de deixar a prefeitura, exonere os seus secretários e o novo prefeito nomeie novas pessoas. Enquanto isso a população sofre com a falta de serviços públicos que sem secretários e prefeitos ficam parados.

RELEMBRE COMO FOI A CASSAÇÃO

Por 3 votos a 2, a corte do Tribunal Regional Eleitoral decidiu manter a cassação do prefeito de Esperantina, Lourival Bezerra. Atendendo a um pedido do Ministério Público, o TRE/PI manteve a decisão em 1º grau e pediu o afastamento do prefeito e do seu vice, além de aplicar-lhes uma multa.

Lourival Bezerra é acusado de abuso de poder político, econômico e de autoridade. Também de gastos abusivos e de fazer distribuição de brindes, como bonés, durante um showmício nas Eleições 2012. Ele também é acusado de agredir verbalmente o adversário da época, Chico Antonio, quando um animador contratado por ele teria lhe ‘xingado’ de ‘nêgo da cabeça seca’.

Fonte: 180graus

Tags:

Deixe um comentário nesta matéria