Educadores de Batalha ajudam construir Plano Estadual de Educação

6 Maio, 2015 8:100 comentários 15 views

evento9-1024x614Municípios que compões a 2ª Gerência Regional de Educação(Baixo Parnaíba) estiveram reunidos nos dias 4 e 5 de maio, na Conferência intermunicipal de Educação que aconteceu na Unidade Escolar Gervásio Costa, em Barras.

O objetivo é fortalecer o debate sobre as necessidades educacionais da sociedade brasileira, especialmente na região de Barras. A conferência tem caráter deliberativo para a construção de um conjunto de propostas previamente discutidas por todos os segmentos da sociedade civil. Deste evento sairá a contribuição dos municípios envolvidos para a elaboração do Plano Estadual de Educação PEE-PI.

A palestra de abertura foi realizada por Miriã Medeiros e durante os dois dias aconteceram plenárias no intuito de melhoria do ensino público.

evento7-1024x614

Estiveram representando o município de Batalha, a professora Lina Cecilia de Melo Soares Lustosa, Raimundo Nonato Firme da Silva, Presidente do Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais, Neuzália Carvalho, e outros.

As conferências intermunicipais e a Conferência Estadual, que deve acontecer até a data limite de 26 de junho, têm o objetivo de analisar e avaliar a versão preliminar do PEE, indicando responsabilidades, co-responsabilidades, atribuições concorrentes, complementares e colaborativas entre os entes federados e sistema de ensino.

Foram convidados a participar do evento as secretarias municipais e a Secretaria de Estado da Educação e Cultura (Seduc), conselhos municipais e estadual de educação, fóruns municipais de educação, comissões organizadoras dos planos municipais, universidades, gestores, pais, profissionais da educação e alunos, sindicatos da educação, instituições religiosas e movimentos sociais.evento3-1024x614 (1)

O Plano trará as diretrizes da educação para a próxima década, sendo integrado aos municipais e ao Plano Nacional de Educação. “Os planos de educação são documentos que estabelecem metas para a garantia do direito à educação de qualidade em um município, estado ou país, no período de dez anos”, destaca o coordenador do Fórum, Ribamar Torres.

Fonte: Longah

Deixe um comentário nesta matéria