Ex-Secretário de esportes é condenado por injúria contra professor

8 Julho, 2008 14:130 comentários
Spread the love

Genival Machado

O ex-secretário de esporte, turismo e lazer e atual candidato a vereador Genival de Carvalho Machado, foi condenado hoje (08/06) segundo termo de audiência de conciliação, instrução e julgamento por injúria contra o professor Antonio Soares da Silva.

O processo de injúria decorreu de uma correspondência de Genival Machado na tentativa de impugnar a candidatura do professor Soares ao cargo de diretor escolar da Unidade Escolar Gayoso e Almendra. A correspondência foi dirigida à comissão eleitoral do referido colégio, onde havia nessa carta palavras de baixo calão que feria a honra e a moral do professor Soares: “Ele (Genival) tinha todo direito de tentar impugnar, mas não de me ofender”, disse Antônio Soares.

Ofendido com o que se referia a sua pessoa, professor Soares entrou na justiça para que a ação do ex-secretário não ficasse impune: “Usei do espaço na justiça como cidadão para defender meus direitos”, finaliza o professor.

A aplicação da pena a ser cumprida pelo ex-secretário será, segundo o acordo, não privativa de liberdade, mas de prestação de serviços á comunidade. O ex-secretário terá nos próximos quatro meses ministrar aulas de futebol na Associação dos Moradores do Bairro Formigueiro aos adolescentes residentes no bairro, nos finais de semana ou mesmo durante a semana, com a carga horária de 04 horas.

Professor Antonio Soares

As aulas serão ministradas no campo “Toca da Raposa”, no bairro Esperança II, e a Associação ficará com a responsabilidade de encaminhar mensalmente a freqüência e o relatório de atividades desenvolvidas pelo ex-secretário.

Em caso de descumprimento do termo assinado em juízo, será automaticamente convertido em prisão simples, segundo o tempo remanescente de prestação de serviço à comunidade.

Também não poderá o ex-secretário usufruir desse benefício por um período de 5 anos. Resta saber se essa pena imposta ao ex-secretário Genival Machado irá impedir que ele ainda possa ser candidato a vereador. Essa decisão caberá provavelmente ao Ministério Público Estadual.

Vamos aguardar.

Deixe um comentário nesta matéria

You must be logged in to post a comment.