MP investiga contratação de escritório de advocacia em Batalha

26 Novembro, 2018 12:170 comentários

O Ministério Público do Estado do Piauí instaurou notícia de fato para investigar uma possível irregularidade na contratação do escritório Brigido & Souza Sociedade de Advogados pelo prefeito de Batalha, João Messias Freitas Melo. A investigação foi aberta no dia 23 de outubro deste ano e está a cargo do promotor Raimundo Nonato Ribeiro Martins Júnior, substituto da 2ª Promotoria de Justiça de Batalha.

Prefeito de Batalha, João Messias (PP)

O referido escritório foi contratado através de inexigibilidade de licitação pelo valor mensal de R$ 15 mil, pelo prazo de 01 ano, para realizar serviços de consultoria administrativa e jurídica para a realização de atividades no âmbito da área de Licitações e Contratos Administrativos relacionados com processos de licitações e contratação de pessoas físicas e jurídicas.

O prefeito João Messias pode ter incorrido em ato de improbidade administrativa por não ter realizado processo licitatório para contratação da referida empresa.

LEIA MAIS

Prefeito contrata mais um escritório de advocacia sem licitação

Prefeitura e Câmara de Batalha contratam advogados, sem licitação, por R$ 252 mil

Deixe um comentário nesta matéria

You must be logged in to post a comment.