Vídeo: Polícia ouve mulher que matou gata a pauladas em Paraty, RJ

9 Janeiro, 2019 12:490 comentários

A Polícia Civil encontrou na manhã desta quarta-feira (9) a idosa que matou uma gata a pauladas dentro de um mercadinho no último domingo (6) em Paraty, Rio de Janeiro. Segundo os agentes, a suspeita tem 72 anos, é de Minas e disse estar arrependida do que fez. Ela foi encontrada dentro de casa, no bairro Ilha das Cobras, onde mora há 30 anos, informa o G1.

De acordo com o delegado titular, Marcelo Russo, no depoimento a idosa que foi comprar biscoitos no mercado, quando o gato arranhou a perna dela. Ela disse ainda que se sentiu envergonhada porque pessoas do lado de fora do estabelecimento teriam rido dela. Com isso, ela agrediu a gata, mas não achou que ela fosse morrer.

Ela foi levada para a 167ª Delegacia de Polícia (Paraty). Ela foi ouvida e vai responder em liberdade.

Segundo os responsáveis pelo estabelecimento comercial, a mulher foi atendida pelas pessoas presentes no local. Porém, mesmo assim voltou com um pedaço de pau minutos depois e atingiu a gata na cabeça, que morreu na hora.

A gata Nina foi adotada há aproximadamente três anos pelos donos do mercado. Eles castraram e cuidaram dela durante todo esse tempo. “Todo mundo amava a Nina. Não tinha um que não falava com ela”, contou a funcionária do local, Valmira.

O artigo 32 da Lei número 9.605/98 de Crimes Ambientais pune quem pratica ato de violência a animais. São enquadrados nesse item quem fere ou mutila animais domésticos, silvestres, nativos ou exóticos. Quem for condenado pode receber pena de detenção de três meses a um ano, além de multa.

Deixe um comentário nesta matéria

You must be logged in to post a comment.