Prefeito contrata mais treze servidores temporários sem a realização de seleção pública

6 Agosto, 2018 12:280 comentários

O prefeito de Batalha, João Messias Freitas Melo (PP) contratou mais treze servidores com dispensa do processo de teste seletivo ou concurso publico para vários cargos. Ele fez a Câmara Municipal aprovar a Lei nº 794 de maio de 2017 que dispõe sobre a contratação de pessoal por tempo determinado.

João Messias alega a necessidade excepcional de interesse público para efetuar as contratações em caráter “emergencial”.

Embora os contratos tenham sido assinados pelo prefeito, nos extratos aparece como contratante a Secretária de Saúde Lucinete Nunes de Carvalho. O prazo é de 12 meses, podendo ser prorrogado por igual período.

As fontes de recursos para pagamento dos salários são PSF, PAB e FUS.

Veja abaixo a relação de cargos e o número de contratados publicados no Diário Oficial dos Municípios, edição do dia 02 deste mês:

Viviane Carvalho Soares de Araújo – médica – R$ 6.000,00

Thalyta Kelly da Silva Fontineles – fonoaudióloga – R$ 3.000,00

João Paulo Pereira Boiba – dentista – R$ 3.000,00

Edneya Raylany de Carvalho Oliveira – enfermeira – R$ 3.000,00

Lucélia de Cerqueira Muniz – técnica em saúde bucal R$ 954,00

Ana Adélia dos Santos Nascimento – auxiliar de serviços gerais – R$ 954,00

Lucélia da Silva Passos – auxiliar de serviços gerais – R$ 954,00

Maria Adriana Soares Pereira – auxiliar de serviços gerais – 954,00

Maria Aldenir Soares da Silva – auxiliar de serviços gerais – R$ 954,00

Maria Aurenice Ferreira Sampaio – auxiliar de serviços gerais – R$ 954,00

Maria dos Remédios da Silva Feitosa – auxiliar de serviços gerais – R$ 954,00

Maria do Carmo Rodrigues Gomes – auxiliar de serviços gerais – R$ 954,00

Maria de Deus de Carvalho – auxiliar de serviços gerais – R$ 954,00

 

Lei que autoriza João Messias contratar sem concurso pode parar na Justiça

Deixe um comentário nesta matéria

You must be logged in to post a comment.