Prefeito é acusado resgatar detento de viatura, após prisão por desordem

16 Julho, 2018 21:190 comentários

Foto: Facebook/Wesley Dias

O empresário Wesley Dias, filho do ex-prefeito de Paes Landim, Divino Dias, foi preso no último sábado (14), por desacato a autoridade. De acordo com a Polícia Militar, durante sua condução para delegacia, o atual prefeito do município Gutemberg Moura de Araújo, mais conhecido como Gutim, juntamente com o pai de Wesley, teriam provocado um acidente com a viatura da PM para “resgatar” o empresário.

Segundo consta em relatório da Polícia Militar, uma equipe composta pelo cabo Hipólito, os sargentos Edson Monteiro e Cleyton foi acionada para atender uma ocorrência de perturbação do sossego no Posto Araújo. No local, os policiais encontraram o proprietário do paredão e do posto, identificado como Wesley Dias. Eles foram ao local e advertiram o proprietário que desligou o som.

Só que depois que eles saírem do local, o som foi novamente ligado. Quando os policiais retornaram ao posto, teve início uma confusão. Segundo a PM, Wesley Dias disse: “seus policiais de merda, se vocês não podem comprar um desses, não se incomodem com quem pode” e “duvido prenderem essa porra seus merdas”.

Foi dada voz de prisão e o acusado teria resistido, entrado em luta corporal com os policiais, mas foi contido. Quando Wesley estava sendo conduzido para a Delegacia Regional de Simplício Mendes é que ocorreu a interferência do prefeito Gutim e de Divino Dias que estavam em dois veículos uma S-10 e uma Hilux, com outras pessoas não identificadas.

Consta ainda no relatório que ao chegaram nas proximidades do povoado Betânia, os dois veículos ultrapassaram a viatura e pararam na frente dela, o que acabou causando uma colisão. Nesse momento teriam descido várias pessoas dos carros, entre eles o prefeito e o ex-prefeito, o que acabou gerando uma grande confusão para que Wesley fosse liberado.

Segundo o relatório, no momento da confusão, o acusado Wesley Dias foi retirado da viatura e depois os veículos saíram em alta velocidade. Os policiais tiveram que acionar o tenente Damata, que foi até o local e acionou o reboque. Logo depois foram feitas diligências, para localizar os acusados, mas sem êxito. GP1

Veja Abaixo o relatório Policial da ocorrência, publicado no site wdnoticias.com.

Deixe um comentário nesta matéria

You must be logged in to post a comment.