Senador campeão de votos em Batalha é citado como recebedor de propina na delação do dono da Gol

14 Maio, 2019 10:450 comentários

O site O Antagonista, um dos mais acessados no Brasil, publicou ontem (13) que o senador Ciro Nogueira (PP) seria um dos alvos da delação premiada de Henrique Constantino, dono da Gol.

Prefeito João Messias, foi cabo eleitoral forte do Senador Ciro Nogueira.

O parlamentar teria sido um dos beneficiados com propina paga por meio da Abear (Associação Brasileira de Empresas Aéreas), sustenta a nota. O repasse teria sido feito em troca de aprovação de matéria de interesse da empresa.

Para o juiz da 10ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal Vallisney de Souza Oliveira, que homologou a delação premiada de um dos sócios da Gol, Henrique Constantino – e na qual estaria incluso o nome do senador Ciro Nogueira (PP) -, “a referida avença também mostra ao Juízo dados sobre fatos criminosos em operações com recursos do FI-FGTS e da Caixa Econômica Federal, objeto das Operações Sépsis e Cui Bono, e, ainda, sobre outras investigações ou em relação aos quais sequer há notícia de investigação, sendo, assim, importante para a sua elucidação”.

“Diga-se que para cada anexo foi realizado um depoimento, em que o referido depoente apresenta regularidade, clareza, fidedignidade, voluntariedade, transparência e conhecimentos sobre os fatos retratados no acordo”, sustenta o magistrado.

Em 2010, Ciro Nogueira foi o candidato ao senado mais votado da história de Batalha com 7.325 votos. Já na eleição de 2018 a votação foi bem maior, com apoio do prefeito João Messias (PP) ele obteve 10.207 mil votos, atingindo 39,39% do total.

*Com informações do O Antagonista

Deixe um comentário nesta matéria

You must be logged in to post a comment.